half banner
Notícias
feed   Você está em: Notícias de Brasília | Últimas Notícias
A+ | a-
Brasília
Brasília concorre ao título de Cidade Criativa, da Unesco
Publicado em: 07/06/2017 pela equipe do Brasília Web

Brasília concorre ao título de Cidade Criativa, da Unesco

Candidatura visa mostrar que a capital federal é nascida do design, área em que concorre, e tem potencial para ser referência no turismo criativo.

   

O governador Rodrigo Rollemberg lançou a candidatura de Brasília à Rede de Cidades Criativas, da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). A cidade concorre no design, uma das sete áreas temáticas, pelo desenho do Plano Piloto, pela atuação dos profissionais que aqui atuam e pelas políticas públicas do Executivo local. A cerimônia ocorreu no Palácio do Buriti nesta terça-feira (6).

O pleito vem no mesmo ano em que o Plano Piloto de Brasília completa 30 anos como Patrimônio Cultural da Humanidade e tem o objetivo de mostrar a vocação da capital da República, projetada e nascida do design.

Com isso, a ideia é transformar a capital federal em destino atraente e competitivo do turismo criativo. Uma das principais consequências é o fomento da economia criativa, com soluções modernas e sustentáveis.

Caso a candidatura seja aprovada pela Unesco, Brasília terá acesso a um intercâmbio de projetos com outras cidades do design. A lista inclui mais de 20 lugares no mundo, entre elas Curitiba (PR), Buenos Aires (Argentina) e Xangai (China).

O governo deve entregar até 16 de junho o documento para a Unesco, que tem seis meses para julgar o pleito. O reconhecimento por parte da organização internacional é objetivo do Plano de Turismo Criativo de Brasília.

Designers de Brasília
O turismo criativo vai além da visita guiada e protocolar nos pontos tradicionais das cidades. É, na visão de profissionais do ramo, fazer o destino ser mais atrativo.

“A base é sair do turismo contemplativo”, definiu a co-fundadora do Experimente Brasília, Tatiana Petra, de 40 anos. “Ele engaja moradores e empreendimentos locais a ir além do óbvio e revelar a alma da cidade por meio de experiências e produtos.”

O empreendimento, na 215 Norte, trabalha com design de destinos. Uma ação de destaque é o Mapa afetivo de Brasília, com a proposta “explore a cidade como um local”. Além dos tradicionais monumentos tombados, o mapa lista lugares frequentados por brasilienses, como cafés, bares e restaurantes.

Entre outros produtos e serviços, a loja ainda oferece a bike tour, um passeio pela cidade na Nuvem, bicicleta tipicamente brasiliense, e camisetas com frases sobre Brasília, como a de Lucio Costa, “o céu é o mar de Brasília”. “Isso é mostrar Brasília além da Praça dos Três Poderes”, definiu Tatiana.

O Plano Turismo Criativo de Brasília e suas metas
O Plano de Turismo Criativo de Brasília foi lançado em novembro de 2016, fruto de parceria entre a Secretaria Adjunta do Turismo, vinculada à Secretaria do Esporte, Turismo e Lazer, e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal (Sebrae-DF).

O intuito é atrair mais visitantes e fazer com que fiquem aqui por mais tempo ao promover a cidade como destino turístico reconhecido pela excelência na qualidade de vida e pelos diferenciais associados à diversidade cultural, criatividade, arquitetura moderna, mobilidade e acessibilidade.

“O Plano do Turismo Criativo de Brasília coloca a criatividade como eixo central da promoção e do posicionamento da cidade como destino turístico”, disse o secretário adjunto do Turismo, Jaime Recena. “O turista hoje tem tudo na palma da mão, no celular, e não quer mais apenas contemplar, mas ter uma experiência de como a cidade realmente funciona.”

Outras metas além da candidatura incluem captação de eventos a partir de projetos colaborativos, implementação do Brasília Cinematográfica — transformar a cidade em referência nacional para set de locações de filmes —, e a revitalização da Torre de TV.

Governo de Brasília tem o design como marca em políticas públicas
Tendência do mercado mundial, o turismo criativo confunde-se com o design em algumas políticas públicas no DF. Um exemplo dado na argumentação para a candidatura é o Plano Orla Livre, de recuperação de área pública às margens do Lago Paranoá, que retoma a escala bucólica de Brasília e entrega o espaço à população.

“(o Plano Orla Livre) É um acesso livre a um local importante no projeto urbanístico de Brasília, antes tomado apenas por quem privatizava o espaço. É uma reconfiguração da cidade, um design de política pública por excelência” Caetana Franarin, subsecretária de Produtos e Políticas de Turismo da Secretaria Adjunta de Turismo

“É um acesso livre a um local importante no projeto urbanístico de Brasília, antes tomado apenas por quem privatizava o espaço. É uma reconfiguração da cidade, um design de política pública por excelência”, explicou a subsecretária de Produtos e Políticas de Turismo da Secretaria Adjunta de Turismo, da Secretaria do Esporte Turismo e Lazer, Caetana Franarin.

Outro projeto do governo de Brasília que Caetana destacou é o fechamento do lixão da Estrutural e o reposicionamento dos resíduos para o Aterro Sanitário de Brasília. Segundo ela, essa mudança traz sustentabilidade para o DF.

O título significa, portanto, um novo posicionamento para Brasília, com potencial para atrair mais visitantes e criar oportunidades de negócios ao incluí-la em uma rede com cidades do mundo inteiro.

O que é a Rede de Cidades Criativas da Unesco
Criada pela Unesco em 2004, a Rede de Cidades Criativas tem como objetivo desenvolver cooperação internacional entre cidades que enxergam a criatividade como fator estratégico para o desenvolvimento urbano sustentável, a inclusão social e o aumento da influência da cultura no mundo.

Cento e dezesseis cidades, de 54 países, fazem parte da Rede de Cidades Criativas. São sete áreas temáticas: artesanato e artes folclóricas, design, filme, gastronomia, literatura, artes midiáticas e música.

A cada dois anos são abertas novas candidaturas. Brasília entrou com um pleito em 2015 na área da música, no início da gestão e com pouco tempo para desenvolver um projeto. Não foi aceito.

GUILHERME PERA, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

Em 07/06/2017
Fonte: Assessoria de Comunicação Secretaria de Estado do Esporte, Turismo e Lazer do Distrito Federal
Foto: Lula Lopes/Ascom Setul


super banner
Leia mais sobre: Notícias de Brasília | Últimas Notícias

1126 Registros: - Exibindo 1 de 161 - Primeiro - Anterior  - |  1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 |  -  Seguinte - Final

Desenvolvido por: Logo PortalBSB © 2000/2019 - Portal BSB Soluções em Internet | Certificado de Acessibilidade validado pela W3C na modalidade máxima WAI-AAAA e WCAG 1.0 | Certificado de Acessibilidade do código CSS validado pela W3C | Certificado de Acessibilidade validado pelo Acesso Brasil