half banner
Notícias
feed   Você está em: Notícias do Mundo
A+ | a-
Brasília
OMS vê dados potencialmente positivos em tratamentos para covid-19
Publicado em: 13/05/2020 pela equipe do Brasília Web

OMS vê dados potencialmente positivos em tratamentos para covid-19

Para a OMS, algumas práticas parecem limitar a gravidade da doença.

   

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou, nesta terça-feira (12), que alguns tratamentos parecem limitar a gravidade ou duração da doença respiratória covid-19, acrescentando que a instituição está se concentrando em aprender mais sobre quatro ou cinco dos mais promissores.

"Temos alguns tratamentos que parecem estar em estudos muito iniciais, limitando a gravidade ou a duração da doença, mas não temos nada que possa matar ou parar o vírus", disse a porta-voz Margaret Harris em entrevista coletiva virtual, referindo-se ao ensaio clínico chamado "Solidariedade", que testa medicamentos contra a doença.

"Temos dados potencialmente positivos, mas precisamos observar mais dados para estar 100% confiantes de que podemos dizer este tratamento em vez daquele", afirmou Margaret.

Em 13/05/2020
Fonte: Emma Farge - Repórter da Reuters - Genebra
Foto: © REUTERS/Denis Balibouse/Direitos Reservados


Leia mais sobre: Notícias do Mundo

774 Registros: - Exibindo 1 de 111 - Primeiro - Anterior  - |  1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 |  -  Seguinte - Final

Desenvolvido por: Logo PortalBSB © 2000/2020 - Portal BSB Soluções em Internet | Certificado de Acessibilidade validado pela W3C na modalidade máxima WAI-AAAA e WCAG 1.0 | Certificado de Acessibilidade do código CSS validado pela W3C | Certificado de Acessibilidade validado pelo Acesso Brasil