half banner
Notícias
feed   Você está em: Notícias de Saúde
A+ | a-
Brasília
Mini abdominoplastia: Benefícios e diferenciais
Publicado em: 02/05/2022 pela equipe do Brasília Web

Mini abdominoplastia: Benefícios e diferenciais

Se você também faz parte do grupo de pessoas que não sabe o que difere a mini abdominoplastia de sua versão completa, confira a seguir o artigo que preparamos.

   

Com o passar do tempo, a pele inevitavelmente já não é mais a mesma e começa a apresentar sinais de flacidez. O mesmo pode acontecer nos casos em que há uma grande variação de peso em um curto período.

Infelizmente, em alguns dos casos, somente dietas regradas e frequência adequada na academia não geram o resultado esperado, podendo causar frustração e afetar, inclusive, a autoestima, gerando inúmeros problemas psicológicos em decorrência.

Nessas ocasiões, pode surgir a vontade de realizar uma plástica na barriga, capaz de reparar facilmente tudo aquilo que incomoda. É nesse momento que os pacientes começam a se questionar se devem fazer o procedimento completo ou mini.

Para entender melhor a respeito das diferenças entre ambos, continue a leitura abaixo.

O que é a mini abdominoplastia?

A mini abdominoplastia é uma cirurgia plástica que tem como objetivo retirar uma pequena quantidade de pele e gordura localizadas na parte inferior do abdômen, entre a região íntima e o umbigo.

É muito recomendada para pessoas magras, mas que possuem gordura localizada na região ou flacidez, estrias e celulites.

Em relação à versão clássica, existem algumas diferenças que merecem ser consideradas para que não seja feita confusão entre os possíveis adeptos. Discutiremos a respeito no próximo tópico. Veja!

Quais são as diferenças entre a mini abdominoplastia e a versão clássica do procedimento?

É importante destacar que, embora o nome seja parecido e dê a entender que se trata somente de uma cirurgia de porte menor, ambas possuem diferenças marcantes entre si, cada qual com a indicação para um tipo de caso.

Ou seja, a mini abdominoplastia trata de condições diversas das tratadas pela versão clássica e mais conhecida do procedimento, ainda que sejam similares, no geral. A opção mini da cirurgia é feita em uma área bem menor e não no abdômen todo.

Descubra a seguir quais são as principais diferenças entre os dois procedimentos:

Tamanho da incisão

Entre as diferenças, uma que é palpável é relativa à extensão da incisão inicialmente feita.

Na versão clássica da cirurgia, a incisão passa de ponta a ponta do quadril. De modo contrário, na mini abdominoplastia, mesmo que o posicionamento seja igual, a incisão é mais curta.

Esse é um ponto que muitos pacientes se interessam, pois quanto menores as cicatrizes, mais atraente é para o cliente que está em busca de um procedimento corretivo e estético.

Contudo, vale lembrar que, se a incisão for menor, o acesso à região que será operada também será menor e mais limitado.

Isso pode impactar diretamente no nível que será corrigido pelo médico cirurgião, como também na quantidade menor de pele que conseguirá ser removida.

Dessa forma, a partir dessa análise inicial, já podem ser descartados os pacientes que possuem flacidez acima do umbigo. Nesse caso, a versão clássica surtirá efeitos bem mais visíveis.

Possível nível de correção

A versão completa da cirurgia corrige a flacidez da pele de toda a barriga, bem como repara os músculos do abdômen desde as costelas até a região pubiana.

É por esse motivo que aquelas pessoas que têm pele sobrando na parte superior do abdômen, ou seja, para cima do umbigo, muito provavelmente terão resultados mais significativos se esta for a técnica escolhida.

Por outro lado, a mini abdominoplastia, como já foi aqui mencionado, apenas irá corrigir o excesso de pele da região do abdômen inferior, localizado abaixo do umbigo.

Aliás, é exatamente nesse ponto que as correções começam a ser feitas, o que implica que a parte de cima fica inalterada e que qualquer correção necessária nesta parte superior fica de fora do procedimento.

Isso pode parecer um problema, mas para aquelas pessoas que não se incomodam com a parte superior da barriga ou já a tem em boa forma, podem se beneficiar e preferir a mini abdominoplastia.

Posicionamento do umbigo

A cirurgia na versão completa gera uma cicatriz ao redor do umbigo, devido ao esticamento do tecido da parte superior da barriga à sua frente, no momento da finalização do procedimento.

A diferença e vantagem da mini abdominoplastia é que o posicionamento natural do umbigo não é afetado, tendo em vista que a remoção de pele é bem menor.

Cirurgia e recuperação mais rápidas

A mini cirurgia, como pode-se imaginar, tem o procedimento mais curto e como regra, tem menor deslocamento dos tecidos, o que, obviamente, garante uma recuperação mais rápida em comparação com a cirurgia clássica.

Como o procedimento é feito?

Se você se interessou pela mini abdominoplastia e crê que ela é a escolha ideal para você, provavelmente está se perguntando como ela é realizada, não é mesmo?

Sanando suas dúvidas principais, esclarecemos que o procedimento pode ser feito sob anestesia geral ou peridural e tem duração média de duas horas.

Depois do início dos efeitos da anestesia no corpo, o médico cirurgião faz um pequeno corte na região inferior do abdômen. Através dele, o excesso de gordura é queimado e eliminado.

Para finalizar, retira-se o excesso de pele e feita a sutura, esticando a pele e diminuindo significativamente a flacidez que existia.

Como é a recuperação?

Conforme já falamos anteriormente, a recuperação, nesses casos, é mais rápida em relação à cirurgia clássica.

Mesmo assim, os cuidados são bem semelhantes. Entre eles, pode-se destacar:

  • Uso de cinta abdominal durante o dia todo, ao menos por 30 dias;
  • Não realizar esforços físicos nos 30 dias seguintes ao procedimento;
  • Manter-se levemente curvado para frente nos primeiros 15 dias, para não correr o risco de abertura dos pontos dados;
  • Dormir com a barriga para cima na quinzena inicial;
  • Realizar, no mínimo, 20 sessões de drenagem linfática manual em dias intercalados, a iniciar três dias depois da cirurgia.

Para escolher entre uma abdominoplastia ou uma mini abdominoplastia, todos os pontos aqui dispostos precisam ser levados em consideração, assim como uma opinião de um cirurgião plástico de confiança que poderá prestar maiores esclarecimentos.

Em 02/05/2022
Fonte: Danillo Cassio - SEO Marketing


super banner
Leia mais sobre: Notícias de Saúde

1167 Registros: - Exibindo 1 de 167 - Primeiro - Anterior  - |  1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 |  -  Seguinte - Final

Desenvolvido por: Logo PortalBSB © 2000/2022 - Portal BSB Soluções em Internet | Certificado de Acessibilidade validado pela W3C na modalidade máxima WAI-AAAA e WCAG 1.0 | Certificado de Acessibilidade do código CSS validado pela W3C | Certificado de Acessibilidade validado pelo Acesso Brasil